News Grupo JAV

Robôs colaborativos na indústria médica e universidades

Presentes nas mais variadas funções e indústrias, o uso de robôs colaborativos teve um crescimento de 11% em 2019. Esses dados são da Federação Internacional de Robótica (IFR). Segundo ainda a IFR, foi atingido o recorde global no uso de cobots no mundo, com uma média de 113 unidades por 10 mil trabalhadores.

Entre as indústrias que se destacam pelo uso estão as automotiva, química, plástica, metalúrgica e de alimentação. Contudo, os robôs colaborativos também se sobressaem pelo trabalho elaborado na indústria médica e universidades.

Por atender a altas exigências e necessitar de qualidade na performance, e também devido às mudanças nas normas e legislações, as ferramentas incluídas na indústria médica precisam ser eficientes e de fácil operação.

É diante deste cenário que os cobots se destacam. Por sua fácil operação e sua adaptabilidade são ideais para as demandas do setor. Eles são fáceis de se manipular e podem ser transferidos entre múltiplas aplicações sem mudar o layout do processo produtivo.

Neste artigo, vamos avaliar como os robôs colaborativos da Universal Robots contribuíram para a agilidade no Hospital Universitário de Gentofte, Dinamarca, e em uma universidade em Krakow, Polônia. Confira!

Robôs colaborativos no hospital universitário de Gentofte

“Nós precisávamos de uma solução compacta, segura e fácil de usar que pudesse pegar e sortear amostras rapidamente e inseri-las nos módulos corretos para análise.” Essa era a necessidade apontada por Steen Stender, médico chefe do Hospital Universitário de Gentofte.

Além disso, era necessário que a automação do processo de seleção de amostras de sangue fosse econômica. Bem como, era essencial que os técnicos pudessem intervir a qualquer momento. 

Outro desafio da equipe era manter os padrões de velocidade válidos, sem a necessidade de aumentar a equipe. Isso ao mesmo tempo que as demandas por análise de amostras de sangue cresciam em 20% por dia.

A conclusão para essas soluções foi o uso de robôs colaborativos da Universal Robots. Assim que a análise de risco foi realizada, os robôs colaborativos puderam trabalhar sem nenhuma proteção de segurança.

Agora, um robô UR5 levanta e posiciona as amostras em um código de barras. Em seguida, ele reconhece onde deixá-las, com base nos dados da câmera, que fotografa a cor da tampa do tubo da amostra.

Em seguida, o segundo robô carrega a máquina de centrifugação e análise com as amostras. São cerca de 3 mil por dia!

O uso de robôs colaborativos permitiu ao hospital atender à crescente demanda de análise, bem como liberou os trabalhadores de atividades monótonas para realizar funções mais produtivas. Com os cobots é possível analisar as amostras em 1h.

Uso de cobots Universidade de Ciência e Tecnologia AGH

De tarefas consideradas simples, como empilhar, à implantação de células-tronco em seres humanos. Essa é a flexibilidade de uso dos robôs colaborativos da UR.

A Universidade de Ciência e Tecnologia AGH em Krakow, na Polônia, usa a precisão de repetibilidade de cerca de 0.1 milímetro do UR5 para implantar as células. 

Enquanto isso, outro UR5 faz a mistura de citostáticos — um procedimento altamente tóxico, que, sob condições normais, é um trabalho perigoso para humanos.

O robô universitário pode ainda realizar outras tarefas, como testes de resistência em laboratórios industriais onde movimentos contínuos e precisos, às vezes em milhões de repetições, são necessários. 

Isso é possível porque o robô pode receber feedback mínimo de forças subindo ou descendo durante a atividade, registrando possíveis fraturas e parando a execução se necessário.

Também, em outros casos, ele pode realizar a limpeza clinicamente higiênica, com precisão de dispositivos. 

Cobots e o futuro da indústria médica

Esses dois cases sobre o uso de robôs colaborativos trazem uma visão promissora para a indústria médica.

Em primeiro lugar, o menor desperdício de força de trabalho humano em tarefas árduas, perigosas, repetitivas, monótonas e que consomem muito tempo. E em segundo lugar o aumento da eficiência e precisão, em setores onde erros não podem ser cometidos, como o médico e cirúrgico.

O Grupo JAV é distribuidor autorizado dos robôs colaborativos da Universal Robots no Brasil. Se você deseja conhecer mais sobre as aplicações dessa tecnologia para a sua indústria, clique aqui e confira! 

Voltar ao topo
X